Viajar de avião grávida – Do início ao fim da gravidez

Viajar de avião grávida não é propriamente um processo confortável em geral, muito menos para quando se está num estado avançado. As longas filas, o tempo que passamos de pé, as cadeiras apertadas, o pouco espaço entre assentos ou o atraso recorrente nos voos fazem que, por vezes, este seja um desafio complicado. Além disso, ao estar grávida, existem outros tantos aspetos a ter em consideração.

Viajar de avião grávida
Se viajar de avião durante a gravidez, tente usar uma roupa confortável no voo.

Como viajar de avião grávida – Do início ao fim da gravidez

Viajar de avião grávida no primeiro e segundo trimestre

Normalmente, viajar de avião grávida no segundo trimestre da gestação é um procedimento em geral bastante seguro. A experiência de mulheres grávidas que o fizeram garantem ser uma viagem tranquila, até porque a sua energia ainda é considerável, os enjoos, mais típicos do primeiro trimestre, já não acontecem com frequência e os riscos inerentes à gravidez são reduzidos. Além disso, esta pode ser a última oportunidade nos próximos meses para desfrutar de uma viagem tranquila, com passeios longos e noites de sono prolongadas, por exemplo.

No entanto, antes de viajar grávida, mesmo antes do terceiro trimestre de gestação, consulte o seu médico. A sua opinião especializada deverá ser tida sempre em consideração. Além disso, se tiver uma gravidez de risco, se já teve um parto prematuro antes ou se está a ter algum outro tipo de complicação durante a gestação, então a viagem de avião poderá não ser recomendável.

Viajar de avião grávida no terceiro trimestre

Na maioria dos casos, também não deverá haver problemas em viajar de avião grávida no último trimestre de gravidez. Mais uma vez, o seu médico deve ser consultado e a sua opinião respeitada. Até porque, caso esteja saudável e não haja qualquer histórico que aconselhe o oposto, a mulher e o bebé não correm nenhum risco no avião, devido a cabina pressurizada. No entanto, obviamente que a sua pressão arterial e os batimentos cardíacos aumentam durante o voo, devido à menor pressão do ar, e por isso é que não deve viajar caso tenha algum problema de saúde.

Além disso, mesmo com o aval do médico, convém informar-se junto da companhia aérea antes de marcar a sua viagem de avião. É que muitas delas têm restrições para grávidas com mais de 28 semanas. Para evitar problemas durante o embarque, faça-se sempre acompanhar de um atestado médico atualizado.

Cuidados a ter se viajar de avião grávida

Depois, durante o próprio processo de viagem, existem várias dicas e conselhos que deve seguir para garantir uma viagem confortável, tanto para si como para o bebé. Comece por escolher o seu lugar no avião, no check-in, e garanta que viaja no centro, perto da asa, nas filas das saídas de emergência onde há geralmente mais espaço para as pernas. Escolha também o lugar na coxia para facilitar sempre que necessitar ir à casa de banho.

Para viagens longas não passe muito tempo sentada. Circule pelo avião e estimule a circulação sanguínea para evitar o inchaço dos pés e possíveis cãibras. Pode ir também fazendo alguns exercícios simples com os pés e as pernas, flexionando os músculos, fazendo movimentos circulares com os tornozelos e mexendo os dedos dos pés para cima e para baixo.

Aperte o cinto de segurança debaixo do abdómen. Beba muita água para garantir os níveis de hidratação necessários e evite café, chá ou refrigerantes com gás. Leve meias elásticas de descanso, para estimular a circulação sanguínea nas pernas, e utilize roupa confortável e fácil de despir.

Finalmente, antes de ir, prepare um plano de contingência para uma possível situação de emergência. Sabemos que mais vale prevenir do que remediar e, portanto, convém saber onde poderá obter cuidados obstétricos durante a sua viagem caso precise. Por isso, poderá também ponderar subscrever um seguro de viagem. Se seguir todas estas indicações, aliado a um comportamento responsável e sensato, então a sua viagem de avião durante a gravidez não deverá encontrar qualquer problema ou desconforto.

« Voltar para a Página Inicial

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *