Quem Teve Aneurisma Pode Viajar de Avião?

O surgimento de um aneurisma é silencioso e tende a assombrar grande parte da população por se tratar de uma doença que não aponta grandes sintomas e que pode afetar toda e qualquer pessoa. Contudo, tanto para aqueles que já sofreram aneurismas quanto para quem tem propensão a desenvolver a doença, recomenda-se o acompanhamento médico. Dessa forma, é possível garantir segurança no dia a dia como situações em quem teve aneurisma pode viajar de avião e viver uma vida normal.

Quem teve aneurisma pode viajar de avião

O Surgimento do Aneurisma e Seus Respectivos Riscos

Por ser uma doença que surge quase sem sintomas, o aneurisma se torna uma infeliz surpresa para a grande parte dos indivíduos afetados, no entanto, para que ocorra o aneurisma em si, é necessário que haja uma dilatação das paredes arteriais, de modo com que o sangue se acumule com facilidade e crie pequenas bolhas que virão a estourar e causar o aneurisma.

Na maioria dos casos esse facto é imperceptível, sendo confundido inclusive com dores de cabeças quotidianas e resultado do estresse no trabalho. No entanto, a ruptura causada no aneurisma pode ser fatal, principalmente quando na região do cérebro.

Sendo assim, é preciso que cada indivíduo conheça a seu corpo e realize exames periodicamente para analisar a presença ou o surgimento de dilatação nas paredes arteriais. Com o cuidado necessário e com o acompanhamento médico um indivíduo que sofreu (ou sofre) com aneurismas pode viver normalmente.

Quem Teve Aneurisma Pode Viajar de Avião?

Ainda há, no entanto, o receio para com a situação de pacientes que tiveram aneurisma poderem viajar de avião, visto que a pressão atmosférica sofre alterações durante o voo e o organismo tem de se adaptar à uma nova realidade durante um período de tempo. Nesse caso, uma vez que haja a autorização médica, quem teve aneurisma pode viajar de avião sem se preocupar com as situações de risco.

A redução do consumo de cigarros, bebidas energéticas e a prática de pequenas caminhadas até o banheiro durante o voo faz com que as chances de estourar novos aneurismas sejam ínfimas, visto que o paciente está se comportando normalmente e mantendo hábitos saudáveis. Ainda assim, é importante reportar à companhia aérea sobre a condição médica, uma vez que entre os fortes sintomas de um aneurisma está a perda de consciência. Desse modo, será possível garantir um atendimento rápido e eficiente ao paciente em situações emergenciais.

A Importância dos Exames de Rotina

Os exames de rotina surgem como forma de controle e conhecimento do paciente, mapeando seu histórico e definindo quais situações podem vir a desencadear o aneurisma. Com o acompanhamento de profissionais especializados, é possível determinar quando e em quais condições uma pessoa que teve aneurisma pode viajar de avião, receitando, caso necessário, medicamentos que aliviem os sintomas e que possibilitem um voo tranquilo.

O grande erro de um paciente que já sofreu com aneurismas está na falta de acompanhamento, visto que por se tratar de uma doença silenciosa, só será possível detectar novas incidências através de uma fatalidade ou de exames médicos realizados por profissionais. O acompanhamento médico surge como forma de garantir qualidade de vida e bem-estar para todos.

One thought on “Quem Teve Aneurisma Pode Viajar de Avião?

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *