O que Fazer em Zermatt – Top 8 Atrações Turísticas

Procura dicas sobre o que fazer em Zermatt na Suíça? Esta cidade é um dos principais destinos para os amantes do esqui e de todos os desportos da neve. Afinal de contas, a sua montanha, o Matterhorn, é uma das maiores da Europa, fazendo dela um destino de eleição para todos os esquiadores, amadores e profissionais. Mas Zermatt não é apenas esqui; é também uma cidade de uma beleza incrível, com uma atmosfera acolhedora e uma personalidade muito própria. Se está a pensar visitar a cidade, eis as 8 melhores atrações turísticas de Zermatt.

Descubra o que fazer em Zermatt na Suíça

1. MATTERHORN

Matterhorn na Suíça

Não podemos começar esta lista sobre os principais pontos turísticos de Zermatt sem o fazer pelo Matterhorn. A montanha, que é o cartão de visita da cidade, tem o formato perfeito de cartão postal, com os seus lados íngremes e o seu pico constantemente alvo da neve, que já conhecemos da embalagem dos chocolates Toblerone. O Matterhorn é um dos mais altos picos da Europa, com quase 4 mil e 500 metros de altitude. Apesar de não ser uma estância de esqui tão sofisticada quanto St. Moritz, por exemplo, Matterhorn é bastante procurada por esquiadores amadores e profissionais de todo o mundo durante o inverno. Contudo, no outono e na primavera a montanha não perde encanto, antes pelo contrário. O branco da neve é substituído pelas cores das flores e a paisagem ganha um pitoresco inesperado, digno de qualquer conto de fadas.

2. CENTRO HISTÓRICO

Centro histórico de Zermatt

Zermatt é uma cidade muito pequena, mas o seu centro histórico é extremamente adorável. A Bahnhofstrasse é a principal rua comercial, com as famosas lojas de chocolates, de relógios e, claro, os seus hotéis, restaurantes e cafés. Demore-se a passear por entre as pequenas casas, construídas em madeira, que foram as primeiras construções a serem erguidas na cidade. Beba um chocolate quente num dos pitorescos cafés de Zermatt, mesmo no verão: ajudam a aquecer e a acomodar a alma!

3. DAR UM PASSEIO DE VEÍCULO ELÉTRICO

Veículos elétricos em Zermatt

Um dos principais encantos de Zermatt – e outra das suas imagens de marca – é que automóveis não são permitidos na cidade. Por isso, a alternativa é ir nos seus veículos elétricos, que além de não serem poluentes e serem altamente sustentáveis, são super estilosos – uma espécie de autocarros elétricos minúsculos e muito adoráveis. Estes carros funcionam tanto como táxi como transportes de serviço ou comerciais para transporte de produtos para a cidade.

4. GORNERGRAT

Gornergrat em Zermatt na Suíça

A seguir a Matterhorn, Gornergrat é provavelmente o segundo destino mais procurado em Zermatt. Com pouco mais de 3 mil metros de altitude, a subida a este pico é feita de comboio funicular, num percurso que é logo espetacular. A subida dura sensivelmente um pouco mais de meia hora. E depois, no topo, o Gornergrat oferece uma vista incrível, incluindo o Matterhorn e outros picos dos Alpes suíços. Há um hotel no topo, mas também restaurantes e, claro, vários miradouros.

5. ZERMATLANTIS

Zermatlantis, Zermatt

Apesar de ser uma cidade pequena, também encontramos sugestões culturais em Zermatt, nomeadamente o Zermatlantis, o museu de Matterhorn. Aqui os visitantes podem descobrir mais sobre o desenvolvimento da cidade, sobre a primeira escalada ao cume do Matterhorn e como a montanha e a cidade têm coexistido desde a segunda metade do século XIX. A primeira subida ao topo do Matterhorn ficou marcada pela tragédia, uma vez que quatro dos setes alpinistas do grupo perderam as suas vidas durante a campanha. O Zermatlantis presta tributo a estes homens.

6. OS TRILHOS DE KLEIN MATTERHORN

Trilhos de Klein Matterhorn

Para os amantes das atividades ao ar livre, mas não propriamente de esqui, Zermatt oferece também várias possibilidades. Uma das mais interessantes são os trilhos ao longo de Matterhorn, ideais para quem gosta de caminhadas pela natureza em ambiente de montanha. O Klein Matterhorn é o ponto onde vários desses trilhos começam, levando-lhe a descobrir paisagens de cortar a respiração, por entre os lagos da região.

7. LAGO RIFFELSEE

Lago Riffelsee em Zermatt na Suíça

A geografia irregular e montanhosa de Zermatt leva a que surjam vários vales e lagos, que contrastam com os picos piramidais de Matterhorn ou de Gornergrat, por exemplo. O lago Riffelsee é, possivelmente, o mais espetacular a visitar. É um verdadeiro santuário de tranquilidade, que contrasta com a altura incrível das montanhas que o rodeiam. O Matterhorn reflete-se nas suas águas cristalinas criando um efeito natural incrível. Além disso, o Lago Riffelsee é ainda o ponto de partida para vários trilhos.

8. ZMUTT

Zmutt, Suíça

Zmutt é uma pequena aldeia, nos arredores de Zermatt, com um carisma muito próprio e uma atmosfera pitoresca. As casas de madeira fazem lembrar o centro de Zermatt. Há ainda uma pequena capela e dois restaurantes, mas nenhum hotel. Isso significa que não poderá pernoitar em Zmutt. Contudo, é um passeio bastante recomendável, até para fugir ao bulício dos turistas em Zermatt.

Estas são, então, as nossas sugestões sobre o que fazer em Zermatt. Se vai viajar para a Suíça, poderá aproveitar para fazer desde já a reserva do seu alojamento em Zermatt ou, se preferir, uma simulação para comparar as suas diferentes opções.

« Voltar para a Página Inicial

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *