O que Fazer em Leipzig – Top 10 Atrações Turísticas

Procura o que fazer em Leipzig (Lípsia)? Este é um dos segredos mais bem guardados da Alemanha. Normalmente, associamos o seu nome ao da sua universidade, uma das mais antigas do mundo, que leciona há mais de seiscentos anos ininterruptos desde que foi fundada, em 1409, mas Leipzig é muito mais do que isso. É um dos principais centros culturais germânicos, com um legado que se tem vindo a atualizar e a deixar marcas na contemporaneidade, e um ponto turístico a visitar para quem procura história, mas também modernidade, arte, cultura e divertimento.

Se vai viajar para a cidade, então, faça já aqui a reserva da sua hospedagem, e aproveite para ver abaixo os principais pontos turísticos de Leipzig.

Descubra o que fazer em Leipzig

Caso esteja a planear uma viagem à cidade, confira de seguida 10 dicas do que visitar na cidade de Leipzig.

1. UNIVERSIDADE DE LEIPZIG

Universidade de Leipzig

É uma das universidades mais antigas do mundo, que está no ativo desde 1409, lecionando interruptamente há mais de 6 séculos. Números impressionantes para uma universidade que, para mais, foi fortemente destruída durante a Segunda Guerra Mundial. No entanto, a entrada original da universidade continua intacta, o Augusteum. O campus da Universidade de Leipzig, com os vários edifícios e um café panorâmico a 100 metros de altura, alberga ainda o Museu Egípcio, o Museu dos Instrumentos Musicais, o Museu das Antiguidades e a Coleção de Arte da Universidade, com um acervo de pinturas e esculturas da Idade Média que não deixa ninguém indiferente,

2. MONUMENTO DA BATALHA DAS NAÇÕES

O que fazer em Leipzig - Top 10 Atrações Turísticas

É um dos ex-libris da cidade de Leipzig. O Völkerschlachtdenkmal – ou, traduzido livremente para português, o Monumento da Batalha das Nações -, é um dos principais monumentos da localidade. Foi construído em 1913 com o objetivo de assinalar o centenário da derrota de Napoleão Bonaparte na Guerra das Nações, em Leipzig, em 1813. É uma construção monumental, com mais de 90 metros de altura e uma longa subida até ao topo de mais de 500 degraus, mas que vale bem a pena, já que a vista sobre a idade é de cortar o fôlego.

3. THOMASKIRCHE

Igreja de São Tomás em Leipzig

A Thomaskirche, ou melhor, a Igreja de São Tomás, é a catedral mais importante e visitada de Leipzig. A sua arquitetura gótica, que privilegia a verticalidade com as suas janelas longas e torreões ornamentados, reflete o estilo da Saxónia do Norte, mas é a sua história que atrai a maioria dos visitantes. Por um lado, Martinho Lutero foi pároco nesta igreja, no século XVI, e três séculos mais tarde, Johann Sebastian Bach, um dos nomes maiores da música clássica, liderou o famoso Coro de St. Thomas, que ainda existe. Aliás, os restos mortais do compositor germânicos estão depositados aqui. E bem em frente à igreja está a Bosehaus, a casa do Instituto de Pesquisa Johann Bach e memorial dos seus arquivos.

4. HAUPTBAHNHOF

Estação Ferroviária de Leipzig

Pode parecer estranho aparecer nesta lista a Estação Ferroviária de Leipzig, mas se lhe dissermos que esta é a maior estação e comboios de toda a Europa talvez já não ache assim tão estranho. No seu interior, encontra inclusive um pequeno centro comercial, o que traz à estação ainda mais pessoas, tornando-o num dos locais mais movimentados de toda a cidade. Lojas, escadas rolantes, cafés e um relógio de parede monumental fazem da Hauptbahnhof um local de grande classe, onde uma visita vale bem a pena.

5. MUSEU DAS BELAS ARTES

Museu das Belas Artes de Leipzig

Se Leipzig é uma cidade onde a tradição e modernidade casam na perfeição, o Museu das Belas Artes é um dos principais exemplos dessa contemporaneidade. O Museum der bildenden Kunste, como se diz em alemão, foi fundado em 1837, mas recebeu uma casa nova em 2004, num edifício de vidro altamente imponente. Igualmente interessante é o seu acervo, com mais de 3500 obras que vão desde a Idade Média até ao presente, de vários mestres nacionais e internacionais. É uma das principais instituições museológicas de toda a Alemanha e a sua visita é obrigatória, não só aos amantes das artes.

6. NIKOLAIKIRCHE

Igreja de São Nicolau em Leipzig

Já falámos da igreja de St. Thomas e agora é altura de mencionarmos a igreja de St. Nicholas (São Nicolau). Construída no século XII, a igreja sofreu várias alterações ao longo dos séculos seguintes, mas nem por isso deixa de ser impressionante. A sua torre sineira, de estilo neoclássico e com mais de 75 metros de altura, é provavelmente o seu cartão de visita. Mas o seu órgão, que chegou a ser tocado por Bach, é outro dos ex-libris da Nikolaikirche, considerado um dos mais importantes do seu género em toda a Europa. E, além disso, foi um dos principais intervenientes nas manifestações que marcaram a cidade, em 1989, contra o comunismo.

7. NEUES RATHAUS

Câmara Municipal de Leipzig

O edifício da nova câmara municipal de Leipzig, ou seja, a Neues Rathaus, é mais um exemplo perfeito do casamento entre história e contemporaneidade que existe na cidade. Situada no casco velho de Leipzig, o edifício é um exemplo clássico do renascimento alemão, construído em 1905 e que incorpora partes da antiga fortificação da cidade. A torre central, com mais de cem metros, destaca-se no skyline do centro histórico de Leipzig e transmite uma monumentalidade especial ao edifício.

8. CASA MENDELSSOHN

Casa Mendelssohn em Leipzig

Já aqui falámos de Johann Sebastian Bach, mas existem outros habitantes ilustres em Leipzig na área da música clássica. A Casa Mendelssohn era a residência do compositor Feliz Mendelssohn, que foi construída em 1844 e que se mantém preservada desde então, tendo sido transformada em casa-museu. Além da informação relativa à vida e obra de Mendelssohn, a casa promove ainda aos domingos concertos de música clássica, que são um dos destinos preferidos dos amantes de boa música e dos visitantes de Leipzig.

9. JARDIM BOTÂNICO DE LEIPZIG

 Jardim Botânico de Leipzig

Nem só de arquitetura, arte e cultura se faz Leipzig. O seu jardim botânico é outro dos locais obrigatórios a visitar na cidade. Construído em 1877, com o intuito de ser um jardim de plantas medicinais, o jardim sobreviveu à devastação da Segunda Guerra Mundial e conta atualmente com mais de 7 mil espécies de plantas provenientes dos cinco continentes.

10. LEIPZIGER BAUMWOLLSPINNEREI

Leipziger Baumwollspinnerei

O Leipziger Baumwollspinnerei é uma antiga fábrica de algodão de Leipzig que, de importante centro mercantil do século XIX, se converteu num dinâmico polo cultural que dinamiza a vida artística da cidade. O seu largo complexo industrial, com as suas construções típicas de tijolo à veta, são agora casa de inúmeros bares e restaurantes, galerias de arte, ateliers e estúdios. As visitas guiadas permitem-lhe conhecer mais sobre a história deste importante centro fabril, que contava com mais de 20 unidades de produção, habitação, escolas e parques e que agora é o principal centro cultural de Leipzig.

Cativado com o que fazer em Leipzig? Não deixe de partilhar este artigo e as principais atrações turísticas de Leipzig nas suas contas das redes sociais.

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *