Hipertenso pode viajar de avião? Descubra aqui!

Uma dúvida muito comum é se um hipertenso pode viajar de avião e com razão. Afinal, a pressão arterial elevada afeta milhões de pessoas em todo o mundo e existem alguns riscos associados a esses passageiros. O número de hipertensos a voar todos os dias é muito significativo. Porém, apesar dos riscos, existem também métodos para ajudar a prevenir e aliviar potenciais problemas.

Hipertenso pode viajar de avião
Uma pessoa hipertensa, normalmente, pode viajar de avião, desde que tome algumas precauções.

Então, hipertenso pode viajar de avião ou não?

Pode viajar, mas com os devidos cuidados. Isto porque os sintomas da hipertensão pioram em grandes altitudes. A condição chama-se de hipóxia, o que significa uma decréscimo significativo no oxigénio carregado pelo sangue. Em grandes altitudes, uma pessoa que sofra de hipertensão pode não ter oxigénio suficiente no sangue para fornecer todas as partes do corpo.

Sintomas

Os hipertensos podem ter alguma dificuldade em respirar ou vir a ter coágulos sanguíneos nas pernas em voos com duração superior a duas horas. Estas pessoas podem também experienciar inchaço devido à retenção de fluidos. Segundos fontes online, este inchaço e retenção de fluidos é causada pelos danos aos vasos sanguíneos nos rins. Estes danos fazem com que o rins falhem em eliminar os resíduos e fluidos do corpo, os quais podem acumular-se nos membros, tronco e face.

Precauções

Quem viaja pode evitar os sintomas da hipóxia ao se levantar e andar pelo avião de duas em duas horas, de acordo com o que for permitido. Em simultâneo, deverá manter-se afastado de snacks com sal, uma vez que sal podem propiciar o inchaço e retenção de fluidos, bem como aumentar a pressão arterial. Quando estiver sentado, não cruze as pernas e flexione os seus membros para fomentar a circulação sanguínea. Evite consumir álcool ou tomar sedativos. Qualquer pessoa com hipertensão deverá consultar o seu médico antes de viajar, para aferir junto deste se precisa de ter algum cuidado adicional, como eventual alteração na medicação ou necessidade de oxigénio terapêutico. Botijas de oxigénio pessoal devem ser verificadas com a bagagem, todavia, as  companhias aéreas costumam disponibilizar alternativas.

Impedimentos

Mulheres grávidas com pré-eclâmpsia (hipertensão induzida pela gravidez) e pacientes com pressão arterial elevada a viajarem contra as recomendações médicas devem evitar viajar de avião. A altitude pode exacerbar as suas condições, causando complicações que são difíceis de resolver no avião. As pacientes com pré-eclâmpsia podem inclusive colocar os fetos em risco, o que é uma situação de todo evitável.

Por isso, um hipertenso pode viajar de avião, todavia, é conveniente tomar algumas precauções e, sempre que possível, consultar um médico para saber se o seu caso requer algum cuidado adicional.

« Voltar para a Página Inicial

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *