Doenças que impedem uma viagem de avião

Para quem deseja fazer uma viagem de avião, vários são os detalhes que devem ser observados: preços das passagens aéreas, diárias de hotéis, pontos turísticos a serem visitados (caso seja uma viagem a passeio), e muitas outras coisas.

No entanto, no que diz respeito à saúde, um detalhe é muito importante e deverá ser observado pela pessoa que pretende fazer uma viagem de avião, seja ela longa ou curta: as doenças que impedem uma viagem de avião.

Portanto, vamos conhecê-las, para que você possa se preparar de modo correto, e para que você saiba exatamente quais delas realmente poderão impedi-lo de realizar a tão desejada viagem de avião.

Doenças que impedem uma viagem de avião

As doenças respiratórias

Para passageiros que já estão com infecções ativas, como pneumonia e sinusite, um voo poderá ser contraindicado, pois irá alterar as respostas do organismo destas pessoas.

Também no grupo de doenças respiratórias, podemos encaixar as infecções pulmonares contagiosas, que têm como principal exemplo a tuberculose e os casos de pneumonia mais graves, que podem ter seus sintomas agravados durante uma viagem de avião.

A asma brônquica também pode ser motivo de veto para uma viagem de avião, especialmente se o paciente acabou de apresentar um quadro grave e instável.

A bronquite crônica e o enfisema pulmonar também podem impedir a viagem de avião, especialmente pelo fato de que pessoas com estas doenças apresentam uma dificuldade maior para oxigenar o sangue, o que pode gerar complicações durante o voo.

Doenças cardiovasculares

Elas também podem impedir uma pessoa de fazer uma viagem de avião, especialmente se o problema for recente, como no caso de um paciente que acabou de sair de um infarto agudo, por exemplo, já que há sérios riscos.

O Acidente Vascular Cerebral, mais conhecido como AVC, também representa uma doença que impede uma viagem de avião, sendo que é sempre necessária a avaliação de um médico antes do embarque, pois dependendo da extensão e da gravidade do quadro, de fato ele não poderá viajar.

Transtornos psiquiátricos graves

Passageiros com transtornos psiquiátricos graves, que podem apresentar comportamento imprevisível e agressivo, o que pode colocar a sua vida e a dos demais passageiros em risco, simplesmente não podem voar.

Cirurgia abdominal

Para quem acabou de passar por uma cirurgia abdominal, é essencial aguardar ao menos duas semanas, pois nas duas primeiras semanas do pós-operatório as variações apresentadas pelas condições de voo podem ser prejudiciais para o quadro geral do paciente.

« Voltar para a Página Inicial