Dicas de Viagem à Tailândia – Tudo o que precisa de saber

Procura dicas de viagem à Tailândia? O país é um dos principais destinos turísticos na Ásia, em particular a sua capital, Bangkok. E, na verdade, com selvas marcantes, praias famosas, oportunidades de mergulho únicas, comida deliciosa e preços amigáveis, não custa perceber a razão por que muitas pessoas elegem a Tailândia como destino de eleição.

No entanto, é com toda a naturalidade que surgem também muitas dúvidas relacionadas com uma potencial viagem ao país. Será que é seguro? Será que necessita de vacinação? Neste artigo, procuramos responder-lhe não só a essas, mas também a várias outras questões que possa eventualmente ter, para que possa ter uma viagem relaxante e, claro, absolutamente memorável.

Dicas de Viagem à Tailândia
As ilhas Phi Phi são uma das principais atrações turísticas da Tailândia

Dicas de viagem à Tailândia

Como é o clima na Tailândia

Se procura saber qual a melhor altura para visitar a Tailândia, então, é importante estar familiarizado com o seu clima. O clima na Tailândia, quiçá com a exceção de algumas regiões, é essencialmente subtropical. Por isso mesmo, os índices de humidade são muitos elevados, sendo que, em Bangkok chegam mesmo com regularidade a perto da saturação. No que concerne à pluviosidade, esta não é tão intensa como em outras regiões da Ásia.

Se for viajar para a capital, Bangkok, saiba que não existe monção. Entre os meses de novembro e fevereiro, as temperaturas são as mais moderadas em todo o ano. Entre dezembro e janeiro, as temperaturas deambulam entre os 25º e os 30º. Entre março e junho, o calor faz-se sentir na região, mas também há chuva. É entre os meses de abril e maio que encontramos os meses mais quentes, com as temperaturas a variarem entre os 35º e os 40º. De julho a outubro, a pluviosidade aumenta e temperatura baixa, embora haja dias em que a temperatura pode ultrapassar os 30º C.

Como são os transportes na Tailândia?

A maior parte do país é servido por transportes coletivos tanto rodoviários (Tailândia tem uma boa rede de estradas, com exceção de algumas zonas menos desenvolvidas) como ferroviários. Na capital do país não existe metro subterrâneo, mas existe o metro “aéreo”, que é bastante rápido e pode sempre recorrer a táxis quando se pretender descolar a locais mais longe. O autocarro também é uma possibilidade.

A Tailândia, de resto, dispõe de cinco aeroportos internacionais, nomeadamente em Bangkok, Chiang Mai, Chiang Rai, Hat Yai e Phuket. Para outras grandes cidades, existem aeroportos locais com voos domésticos.

Cuidados a ter com a segurança na Tailândia

É recomendado que, se for viajar para a Tailândia, se mantenha atento aos órgãos de comunicação social que tenham portais na língua inglesa, como, por exemplo, o Bangkok Post ou o The Nation.

Aquando da sua viagem, deverá seguir os conselhos das autoridades, sempre que receber os mesmos. Em termos de dicas, certifique-se que mantém o seu passaporte sempre consigo ou sob o seu campo de visão, nunca o entregando a terceiros.

Devido a algumas burlas que se têm registado, evite andar em tuk-tuks, preferindo outras formas de transporte. Independentemente do tipo de transporte escolhido, quando for pagar o mesmo, nunca chegue perto do condutor com a sua carteira para não ser roubado.

A Tailândia dispõe de mecanismos de ajuda aos turistas que podem ser ativados a qualquer altura. Assim sendo, existe o Tourism Authority of Thailand, que tem uma linha de emergência, com atendimento durante 24 horas, em inglês, através do número 1672. Além disso, para casos em que a segurança dos turistas esteja colocada em causa, existe também o departamento da polícia turística, que disponibiliza uma linha de emergência, com atendimento permanente, com o número 1155.

É preciso vacinação para viajar para a Tailândia?

Se tem dúvidas sobre se é preciso ser vacinado para viajar para a Tailândia, saiba que, geralmente, tal não é necessário, especialmente se ficar em zonas urbanas. Contudo, se pretender deslocar-se a zonas rurais, pode ser aconselhado algumas medidas de segurança adicionais, especialmente se você estiver grávida. Em 2016, por exemplo, foram registados casos do vírus Zika no país, pelo que todo o cuidado é pouco.

Por isso, é conveniente recorrer à consulta do viajante, para falar com um médico, e obter assim aconselhamento personalizado, bem como, se possível, fazer um seguro internacional de viagem, para estar preparado para toda e qualquer eventualidade.

Em todo o caso, desde 2014, os turistas, quando chegam à Tailândia, têm de pagar um seguro de saúde obrigatório, com o custo de 20 dólares, independentemente de estarem ou não cobertos por um seguro próprio. Este seguro de saúde obrigatório dar-vos-á acesso a hospitais públicos ou privados na Tailândia.

Existe uma embaixada Portuguesa ou Brasileira na Tailândia?

Sim, existe, tanto uma como a outra, sendo que ambas estão localizadas em Bangkok. Poderá entrar em contacto quer com uma embaixada, quer com outra, recorrendo aos seguintes dados:

Embaixada portuguesa na Tailândia – 26, Bush Lane, Bangkok 10500. Telefones: 0066 (0) 22342123 / 0066 (0) 22340372.

Embaixada brasileira na Tailândia – 34 Floor Lumpini Tower 1168/101 Rama IV Road, Thungmahamek, Sathorn, Bangkok TH 10120. Telefones: +66 02-679-8567 / +66 02-679-8568 / +66 02-285-6080.

O que ver na Tailândia?

A Tailândia tem muito para oferecer a quem visita o país. Abaixo seguem algumas sugestões que pode incluir no seu roteiro:

  • Grupo Chedi no complexo do Templo de Wat Suan Dok (Chiang Mai);
  • Palácio de Verão (Bang Pa In)
  • Phra Pathom Chedi (Nakhon Pathom);
  • Reserva Natural de Vida Selvagem de Thung Yai;
  • Ruínas de Sukhothai;
  • Ruínas de Ayutthaya;
  • Templo de Wat Phra Sing e Templo de Doi Suthep (Chiang Mai);
  • Templos de Bangkok;
  • Wat Phra That Hariphunchai (Lamphun);
  • Wat Phra Si Ratana Mahathat (Phitsanulok);
  • Wat Phra Keo (santuário em Bangkok);
  • Wat Phra Keo (grande palácio em Bangkok).

Qual a língua oficial da Tailândia?

No que se refere à língua oficial da Tailândia, a mesma é o Tailandês ou, se quisermos designar de outra forma, o Thai. Contudo, se está preocupado com a língua, saiba que o Inglês também é muito falado no país, em particular nos centros urbanos e sítios de maior fluxo turístico. Naturalmente, em zonas rurais a população poderá não entender ou falar a língua, inclusive, os trabalhadores de estabelecimentos comerciais que você possa eventualmente visitar. É importante dominar o Inglês, porque, além disso, em muitos locais, como certos urbanos, aeroportos, estradas, edifícios, entre outros, existem sinalizações quer em tailandês, quer em inglês.

Qual é a moeda oficial da Tailândia?

A moeda nacional da Tailândia é o Baht, pelo que terá de trocar dinheiro para poder usar o mesmo durante a sua estadia no país ou, em alternativa, fazer pagamentos com cartão. Normalmente, os principais cartões de crédito, nomeadamente VISA e MasterCard, são aceites nos hotéis e nas melhores lojas e restaurantes. Se sair fora dos centros urbanos, poderá ter mais dificuldades em usar o seu cartão de crédito, pois muitos supermercados e lojas não o aceitam. Para que não seja surpreendido aquando da sua viagem, consulte o seu banco, para saber se o seu cartão de débito eletrónico é válido nas caixas automáticas de levantamento de dinheiro nesse país.

Para visitar a Tailândia precisa de visto ou passaporte?

Para poder entrar na Tailândia, você irá precisar de um passaporte válido, pelo menos por mais 6 meses para além do tempo de estadia previsto. Os vistos são concedidos nos aeroportos de chegada ou de trânsito. Se, por um lado, você entrar no país por via aérea, ou seja, se viajar de avião, terá uma licença de permanência na Tailândia até 30 dias, mas, por outro lado, se entrar por via terrestre, a licença que obterá será somente até 15 dias.

Esperamos que estas dicas de viagem à Tailândia lhe sejam úteis. Se sim, não deixe de partilhar as mesmas nas suas contas das redes sociais e, se tiver mais alguma dica adicional que gostasse de partilhar connosco e com os leitores deste artigo, poderá sempre fazê-lo recorrendo ao formulário de comentários que vê abaixo.

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *