Booking.com
Viajar de avião com sinusite
Geral

Viajar de avião com sinusite – Os cuidados a ter

Para quem é pontualmente apoquentado por este problema, viajar de avião com sinusite pode ser uma preocupação quando se começa a sentir os primeiros sintomas e o dia da viagem começa a aproximar-se. Na verdade, fazer uma viagem de avião com sinusite não é recomendado e, se possível, deverá ser evitado. Em todo o caso, é importante consultar um médico antes de viajar com uma infeção desse género e saber que tratamentos e medidas preventivas pode adotar.

Viajar de avião com sinusite
Viajar de avião com sinusite requer que tome alguns cuidados, quer você seja um passageiro ou um elemento da tripulação.

Saiba mais sobre viajar de avião com sinusite

O que é a sinusite

É uma condição em que as vias respiratórias superiores, também conhecidas como seios paranasais, ficam inflamadas ou irritadas, devido a bactérias ou vírus. A inflamação pode bloquear o fluxo de ar normal e drenagem, levando à acumulação de muco. Se o muco acumulado for excessivo, pode causar dores de cabeça, dores de ouvido e, ainda, dores de dentes. Esse tipo de infeção deve ser avaliado e confirmado por um profissional médico.

Porque deve preocupar-se

Voar com uma sinusite pode levar a uma obstrução no ouvido ou no nariz. A obstrução combinada com uma excessiva pressão na cabine e com as alterações que a mesma está sujeita a sofrer, pode causar dor, sangramento, agravamento da infeção ou rutura do tímpano. A subida e descida dos aviões são as alturas mais críticas para alguém que tenha sinusite.

Tratamento para a sinusite

A utilização de spray nasal pode ajudar a humidificar, limpar e remover qualquer muco que esteja nas cavidades nasais. Os descongestionantes são usados para reduzir a inflamação nas vias respiratórias, permitindo a existência de um fluxo de ar normal e drenagem nasal. Os descongestionantes também reduzem a pressão na cabeça, que é responsável pelas dores de cabeça. Existem profissionais que sugerem também que mascar pastilhas elásticas, bocejar e engolir durante a descolagem do avião e a aterragem pode ajudar a prevenir a dor e o desconforto associado à congestão nasal.

Eventuais complicações

Viajar de avião com uma sinusite pode levar a uma rutura do tímpano. Os sintomas podem incluir corrimento no ouvido, dor no ouvido, zumbido no ouvido e, ainda, fraqueza facial. Normalmente, um tímpano perfurado regenera-se por si mesmo dentro de dois meses, mas pode requerer um procedimento cirúrgico caso não se regenere adequadamente.

Que medidas preventivas pode adotar

Para prevenir complicações decorrentes de uma sinusite, poderá evitar viajar de avião ou, em alternativa, adiar a sua viagem. Se viajar, use descongestionantes no dia antes do voo e, inclusive, no dia do voo. Os anti-histamínicos são usados para combater o muco excessivo, o que pode ajudar a prevenir dor no nariz ou ouvido devido a pressão durante o voo. Se a infeção for resultante de bactérias, antibióticos podem aliviar os sintomas em apenas dois ou três dias. Em todo o caso, poderá discutir as suas opções fazendo uma consulta médica antes de tomar qualquer tipo de medicação.

« Voltar para a Página Inicial
Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *