Booking.com
Viajar de Avião após Mergulho - Quanto tempo esperar
Geral

Viajar de Avião Após Mergulho – Quanto tempo esperar?

Uma das perguntas mais frequentes para quem pratica mergulho tem a ver sobre quanto tempo se deve esperar para viajar de avião após mergulho. A questão ganha maior pertinência quando se constata que entidades respeitáveis como a Marinha dos Estados Unidos, a DAN (Divers Alert Network) ou o PADI (Professional Association of Diving Instructors) têm instruções diferentes sobre esta matéria.

A verdade é que a resposta não é linear, sendo que uns defendem 12 horas de intervalo, ao passo que outros defendem 24 horas. Mas, se quiser jogar pelo seguro, não correndo qualquer risco, espere 48 horas para viajar de avião após um mergulho.

Viajar de Avião após Mergulho - Quanto tempo esperar
A norma situa-se entre as 12 e as 24 horas, embora possa prolongar até 48 horas, para viajar com maior segurança.

Porque é que deve ter cuidado com viajar de avião após mergulho

Tudo se resume ao risco de vir a sofrer da doença de descompressão. E subir a uma grande altitude imediatamente após o mergulho aumenta significativamente o risco de padecer desta doença, caso não tome as devidas precauções.

À maneira que os mergulhadores descem, a pressão aumenta. Nesse sentido, quanto mais você mergulha e quanto mais profundo for o mergulho, mais azoto (nitrogénio) é absorvido pelo seu corpo, como um gás dissolvido. No regresso à superfície, a pressão é reduzida e o azoto reverte para pequenas bolhas de gás.

Esta descompressão tem de ser feita lentamente, para que o azoto possa ser expulso através dos seus pulmões. Se ascender demasiado rapidamente, o azoto pode formar bolhas no seu sangue, o que é uma situação passível de causar dor e, em último caso, mesmo a morte.

Mesmo quando se termina um mergulho, ainda se tem azoto residual no sangue, sendo que é preciso tempo para libertar o mesmo. A pressão do ar reduz mais ainda quando você voa. Se você terminasse um mergulho e entrasse num avião, a mudança drástica em altitude iria resultar numa queda em pressão, muito similar a uma subida rápida quando se mergulha. Nesse caso, você corria o risco de sofrer de doença de descompressão.

Deve-se salientar que os aviões pequenos não são pressurizados, contudo, mesmo os aviões pressurizados podem não manter a pressão atmosférica durante o voo, pelo que este é um aspeto que não deverá descurar, de forma a evitar quaisquer potenciais problemas.

Quanto tempo esperar para viajar de avião após mergulho

A norma é esperar entre 12 a 24 horas para viajar de avião após um mergulho, embora, mesmo assim, não se possa garantir a 100% que você não terá problemas relacionados com a descompressão quando voar. Todavia, é inegável que, quanto maior for o intervalo entre o mergulho e o voo, mais azoto você poderá “expulsar” do seu sistema, o que minimiza o risco de sofrer de doença de descompressão.

É recomendável usar o bom senso e ter em linha de conta alguns aspetos, antes de tomar uma decisão, como o número de mergulhos que você fez nesta viagem, os tipos de mergulho, a sua saúde no cômputo geral, a par da sua idade. Estima-se que a probabilidade de acontecer problemas relacionados com a descompressão ao viajar de avião situa-se no 1%, após um intervalo de 12 horas.

Por sua vez, no que concerne aos mergulhadores que voam para casa após um intervalo de 12 a 24 horas, a taxa de incidência da doença de descompressão ao viajar de avião situa-se nos 0,004 por cento. Isto faz com que a regra das 12 – 24 horas seja a mais seguida pelos mergulhadores a nível internacional. De qualquer forma, para viajar de avião após mergulho mais descansado e reduzir ao máximo a possibilidade de ter qualquer potencial problema a este nível, poderá sempre optar por um intervalo de 48 horas entre o seu mergulho  e o voo.

« Voltar para a Página Inicial
Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *